A computação em nuvem deixou de ser um tema cercado de dúvidas e desconfiança e, hoje, é uma opção levada a sério por boa parte das empresas no mundo inteiro. Ainda assim, o processo de migração de servidores físicos ou virtuais para a nuvem pode ser, muitas vezes, confuso e opaco.

Nesses casos, a contratação de uma empresa especializada no serviço pode ser a chave para uma transição mais assertiva e tranquila. Identificando as necessidades particulares de cada negócio, esses parceiros têm o conhecimento técnico e a experiência necessária para atuar desde a avaliação ao monitoramento do serviço já implantado, passando por etapas essenciais como a previsão de custos e as configurações de segurança.

Para ajudar a clarear o caminho de adoção da nuvem, listamos aqui as etapas do processo e que tipo de suporte uma empresa especializada pode oferecer em cada uma delas:

Planejamento e avaliação da nuvem

Mesmo que muitas empresas já tenham conhecimento do funcionamento e dos benefícios do servidor em nuvem, é comum pararem diante da dificuldade em construir uma estratégia robusta de migração, por não terem uma visão mais aprofundada de sua estrutura de TI.

Assim, contratar um serviço especializado pode ser crucial para um planejamento inicial, cobrindo etapas como:

    • Optar entre os modelos de nuvem pública, privada ou híbrida;
    • Criar mapas de infraestrutura baseados em desempenho e dependência de aplicativo;
    • Identificar a TI de sombra;
    • Criar e ajustar agrupamentos de aplicativos com base em dependências e interconexões levantadas no mapeamento;
    • Determinar a viabilidade da nuvem, a preparação e o custo de migração, além de determinar o ROI.

Implantações/migrações para a nuvem

Muito além de um planejamento bem feito, é a migração bem-sucedida que determina se a transição foi um sucesso ou um fracasso. É nessa etapa que os dados são migrados, aplicativos são desativados, transferidos, corrigidos ou consolidados – tudo isso com usuários em tempo real, sem nenhum tempo de inatividade.

Neste ponto, um suporte especializado pode oferecer:

  • Mapeamento dos dados a serem migrados, de aplicativos a datacenters inteiros;
  • Definição do processo de migração, que pode ser no modelo lift-n-shift (transferência dos dados no estado em que se encontram no servidor original) ou envolver transferência de plataforma ou factoring de código;
  • Definição dos padrões de disponibilidade, escalabilidade e segurança;
  • Transferência das licenças de software da empresa para a nuvem.

Gerenciamento de operações de infraestrutura

Um dos maiores benefícios da nuvem é a automatização de certos processos de gerenciamento – que, claro, devem ser cuidadosamente planejados e executados. Os serviços que podem ser oferecidos nessa etapa incluem:

    • Gerenciamento de configuração;
    • Automação/Dev-Ops;
    • Backup e recuperação de desastre;
    • Gerenciamento de identidade.

Monitoramento

Serviços em nuvem completos como o Microsoft Azure oferecem amplas funcionalidades de monitoramento nativas da plataforma. Ainda assim, muitas empresas não contam com equipe suficiente para tornar esse monitoramento efetivo – especialmente para fazer um monitoramento proativo em vez de corrigir problemas à medida em que eles aparecem.

Uma equipe especializada pode oferecer, nessa etapa:

    • Monitoramento de integridade do sistema;
    • Análise de LOG/Alertas;
    • Monitoramento de banco de dados;
    • Monitoramento de desempenho do aplicativo (APM)

Otimização de custos

Um dos maiores desafios de contratar um modelo de serviço PAYG (pay as you go, pague conforme o uso) é garantir a previsibilidade de gastos. Um parceiro especializado é capaz de fazer análises dedutivas e preditivos do passado e dos gastos esperados na nuvem, respectivamente.

Segurança

Gerenciar ameaças de segurança é um desafio até para as mais competentes equipes internas de TI. Com a experiência e o conhecimento adquirido por meio da parceria com a criadora do software, serviços especializados ajudam a garantir que a infraestrutura da nuvem seja resistente a ataques; a proteger o acesso de usuários no ambiente e a manter os dados de clientes seguros através de comunicações criptografadas; bem como práticas de gerenciamento e mitigação de ameaças, incluindo testes periódicos de penetração.

Suporte

Mesmo o planejamento mais cuidadoso não estará livre de eventuais falhas e problemas. Nesse sentido, contar com a ajuda de um parceiro experiente é fundamental para que imprevistos sejam solucionados o mais rápido possível.

Share This